1 de agosto de 2011

A DOR QUE DÓI MAIS




Intalar o dedo numa porta doi. Bater com o cotovelo no canto da mesa doi. Torcer o tornozelo doi. uma grande dor de dentes doi. Mas sentir saudade…
Saudades de um primo que mora londe. Saudades de uma amiga de infância. Saudades da fruta da epoca que não se encontra nesta estação. Saudades de um tio que já morreu. Saudades de um amigo imaginário que nunca existiu. Saudades de uma cidade, da Terra. Saudades de nós mesmo quando ainda eramos inocentes, tinhamos força e nºao tinhamos cabelos brancos. Estas saudades todas doem.
Sentir saudades do amor é diferente. Da voz. Do cheiro. Dos lábios. Saudades da presença. Ele podias estar a andar de bike e tu na praia, não o vias, mas sabias onde ele estava, se estava bem. Podias estar um dia sem vê-lo, mas sabias que no dia seguinte estavas com ele.
Mas quando o amor de um acaba, ao outro sobra só dor e ninguem sabe como dete-la.
Saudades é não saber! Não saber se se continua a constipar no inverno. Não saber se ainda anda com a mesma bicicleta de sempre, se ainda tem a mesma filosofia de vida. Se ainda usa ou não a blusa que tu lhe deste. Se sempre foi ao dentista como prometeu. Se ainda gosta de bolo de mel-e-noz. Se já tirou a carta de condução e a estancionar entre dois carros. Se ainda usa tanto aquela máquina fotografica como uzava. Se continua com o mesmo sorriso ingénio e o mesmo olhar misterioso.
E saudade continua a ser: não saber. Não saber o que fazer quando os dias parecer mais compridos, não saber o que fazer p’ra preencher os pensamentos, as memórias. Não saber o que fazer p’ra parar as lágrimas numa música mais triste. Não saber saber vencer este sentimento carregado de injustiça. Não saber como subestitui-la por uma coisa feliz.
Mas secalhar a saudade é: não querer saber. Não querer saber dele. Por onde anda. Como está.
Saudade é achar que não se querer saber nunca mais de quem se ama e mesmo assim doer. <3





Jane

3 comentários:

Sc' disse...

Gostei muito :)

Alison disse...

opa meu amor, está tão lindo *.*
mas essa maldita dor de saudade...

Alison disse...

Selo para ti no meu blog ^^