22 de janeiro de 2014

Dura Praxis, Sed Praxis

Oi Loves,
por causa das notícias das infelizes mortes na praia do Meco tão debatidas nos últimos tempos, pensei "porque não escrever a minha opinião sobre este tema tão controverto?"
 Sou caloira este ano e como tão fui praxada no começo do 1.º semestre.
 Se concordo com as praxes?! Sim e não!
 Apoio a praxe bem feita, mas repelo a praxe ridícula...
 A verdade é que a minha praxe ate fui feliz, tenho de admitir que o meu curso não foi mau de todo... Houve praxes de "free hug's" para a comunidade, jogos de confiança, jantares alegres quando a culpa não era do álcool! Dividíamos as tarefas ao jantar, como não o pagamos acho justo, uns cozinhavam e outros lavavam a loiça e sim, fiz amizades na "festa da espuma"!
 Amizades nas "guerras" de curso onde já me doía a garganta de cantar músicas apesar dos muitos "#$%&
 Também vos digo que não me safei da poupa-de-tomate, da farinha, do vinagre e muito menos dos ovos... E sabem porque? Porque não quis!
 Quando me dizem que as praxes servem para nos preparar para o mundo lá fora dá me vontade de rir, não é de certeza com gritos ou pressões psicológicas e obediências que - desculpem a expressão - doutores (licenciados em álcool) mascarados de abutres e que tem o mesmo valor (ás vezes até menos) que bichos/bestas/etc te vão preparar para alguma coisa, a não ser criar "ovelhas mandadas" e prepara-las para o comodismo, só porque é mais fácil!
 Para mim a praxe foi divertida, ate me arrependo em parte de não ter ido a algumas, mas sei que a praxe para outras pessoas consegue ser um pesadelo...
 O meu conselho é: experimentem! Quem sabe ate podem adorar aquilo, mas se não for do vosso agrado têm de ser homenzinhos/mulherzinhas e saber dizer NÃO!
 Se acharem que vós estão a humilhar, acreditem que há outras maneiras mais dignas de se darem a conhecer e a se integrarem...
 As praxes não tem um fundo mau, quem as faz horríveis são quem praxa e idiotas há em todo o lado.
 Deixo-vós algumas fotos das minhas praxes*










XOXO,
Sarah

19 comentários:

Briana disse...

até preparar para o futuro.. prepara vos para a pressão psicológica do futuro.. o saberem desenrascar-se (nas minhas praxes há algumas assim)

Marisa Cavaleiro disse...

Já tou a seguir!
xoxo

Marisa Ferreira disse...

Hein que saudades da minha vida académica :) Já passei por todas as fazes, agora sou veterana. São tempos que só se vivem uma vez na vida!
Faz uma visita no meu blog Marisa Ferreira Blog.
E já agora se não for pedir demais, podes visitar o meu canal do youtube? Comecei a fazer vídeos à pouco tempo e gostava de saber o que achas. :)
Meu canal do Youtube

Rita P. disse...

Só tenho uma coisa a dizer: Cá noinnjoooo deixaste porem-te essas badalhoquiçes no cabelo nhacc !!! :3 Eu a mim nem deixei que me pintassem as mãos na altura ! :p

Mel disse...

Tenho a mesma opinião que tu em relação às praxes.

Fi-las e diverti-me. Nunca me senti obrigada a fazer o que quer que fosse, semore me senti confrtável para dizer 'não!', mas nunca o fiz, porque as praxes que me fizeram foram no fundo, divertidas. E quando praxei tentei fazer apenas aquilo que não me importava que me fizessem a mim.

E sim, sempre que dizem que as praxes nos preparam para a vida só me dá vontade de rir, de tão ridicula que é essa afirmação.

Em geral gostei, mas se voltar a estudar e tirar outra licenciatura não o farei, já não tenho paciência para isso, deve ser da velhice :p

Caty disse...

Olá querida!
Para o ano vou para a universidade e confesso que estou com imenso imenso medo das praxes :x
Foi fantástico ler o teu post , a sério :')

R.: Eu acho que te ficariam bem os lacinhos! :') Mas claro tem que ter a ver cm a tua personalidade... :)

*Obrigada pelo teu comentário no meu blog :)

*Beijinhos*
Caty<3
http://myfairytale4.blogspot.pt/

A disse...

Concordo plenamente contigo!
Se tudo correr bem vou este ano para a faculdade e tenciono experimentar (embora os meus pais estejam cheios de medo por causa da tal notícia dos jovens que morrera) e depois logo vejo se me agrada :)

Neuza disse...

na minha escola (apesar de ser secundário) tambem fizemos praxes, haviam pessoas que queriam que fizessemos praxes humilhantes mas nós dissemos um não e acabamos por fazer apadrinhamentos, pedimos que se orgulhassem do curso usando uma fita a dizer "Caloiro 1ºtcmrpp" e por fim ainda lhes servimos o almoço (embora que sem talheres) e sabes o que te digo? a maioria das pessoas alinhou (99%) e agora ambas as turmas se dão bem! enquanto que a outra turma que está a cima de nós (no ultimo ano de curso) nem sequer nos fala e não nos fez praxe. por isso, eu vejo a praxe como uma coisa boa e nós conseguimos cumprir o nosso principal objetivos!

Lady V disse...

Acho que é um bocado ridículo dizer que as praxes preparam-nos para o futuro... Bem espero não vir a trabalhar num sítio onde partem ovos na minha cabeça xD
Também passei pela praxe, também levei com farinha, ovos, polpa de tomate e sei lá mais o quê, não foi um bicho de sete cabeças, foi fantástico. Conheci imensa gente, foi muito bom este lado da faculdade.
É claro que há sítios onde se abusa, mas é preciso reportar esses casos... E se alguém não quiser, que diga não. Muitas vezes é o que basta.

Blackbird disse...

Eu também gostei das minhas praxes :)

Ester Ramos disse...

concordo exactamente com o que dizes! quando li o inicio do texto confesso que estava à espera que defendesses imenso a ideia que nas praxes nunca há problemas, mas foste neutra e explicas te a tua experiência. acho que fizeste muito bem!

SHE WALKS Blog

Inês Brito disse...

Oh obrigada ♥
Concordo totalmente contigo! Também me diverti bastante na minha praxe mas considerei algumas coisas 'abusivas', já pensei em desistir mas agora fico até ao fim :)

Isa Machado disse...

Eu fiz praxe e não tive queixas nenhumas de coisas menos boas! Infelzimente ainda há gente que exagera quando está a praxar!

PinUp Me disse...

As minhas praxes tiveram tanto de divertido como de aborrecido. Mas tive um orgulho enorme em vestir o traje depois :)

F. disse...

Gostei das fotos :)
r:Obrigada !

PHUCKING PHASHION disse...

Adorei que tivesses debatido este assunto aqui no teu blog. Sinceramente fiquei mesmo emocionada e perturbada com o que aconteceu aos 6 rapazes. Pobres coitados, sabe-se lá o que aconteceu naquela noite!!

Um beijinho, PHUCKING PHASHION

Sónia Domingues disse...

Odiei certas parte e adorei outras mas o que posso dizer com certeza é que nunca fui obrigada a nada!
Concordo contigo: experimentem :)
Já agora gostei do blog! Segui :)
Bj*

My Cup of Tea

mmm´s disse...

Sou absolutamente contra as praxes académicas... Atualmente, chegam a ser selváticas e irracionais.

Diana Moura disse...

as fotos das minhas não são permitidas, tenho pena por isso. da praxe levam-se essencialmente histórias para contar, não me arrependo nada de ser praxada.
segredo: reabilitação psicomotora foi a minha última opção de candidatura, só por ser em Lisboa!
já terminaste?
Beijinhos, DMoura