11 de abril de 2013

Sociedade de "#$%



Um dos maiores medos da humanidade, penso que é a solidão, o de não se integrar na sociedade, de não ter amigos, não se dar bem com os colegas de trabalho, etc - o que pode acontecer a todos nós, independentemente das situações...
  As pessoas costumam entrar nos grupos que sentem mais afinidades: desporto, estilo de música, conta bancária (é verdade e pelo que me parece, cada vez mais) e roupa.
  Sim, roupa, todos sabemos que a nossa sociedade liga muito á roupa, é tipo "deixa-me ver o que vestes, direi quem és"...
  É verdade que existe uma grande variedade, no que diz respeito á maneira de vestir, mas não façam de mim parva, tenho a plena consciência que as pessoas julgam o outro em função da sua aparência, sobretudo no primeiro encontro!
  Na minha escola para uma pessoa não ouvir bocas parvas e olhares maldosos, parece que calçar tênis da Timberland ou Merrell se tornou fundamental... 
  Mas é verdade, eu nunca mais calcei os meus... Gosto de diferença, se não parecíamos que estávamos com uma farda, todos com os tênis iguais! Onde está a criatividade? A diferença? O amor próprio? Okay também já estavam velhinhos, mas também eu não quero ser vista pela porcaria da roupa que uso (e eu gosto muito dela)...
  Para além de super caros, não os acho assim tão bonitos!
 E acho completamente ridículo esse esteriótipo, não é pela marca que és "fixe" ou não! Que mentalidade pequenina pessoal... Que sociedade triste! 
  Sinceramente, eu adoro roupa, adoro conjugar cores, textura e formas! Mas acho que ligo ao que eu visto, e não ao que os outros vestem...
  Veste e calça o que gostas e não te esqueças, sê feliz!!

Xoxo,
Sarah

5 comentários:

A disse...

Gostei muito do texto. Acho que já todos nos sentimos algo pressionados pela sociedade :)

blackbunnyy disse...

Infelizmente o que acabaste de dizer,é tudo verdade e tudo graças a mentes estúpidas que simplesmente só sabem criticar porque é sempre a acção mais simples e mais fácil de executar, enfim. :( Há que lutar pelo bem estar,pela diferença e acima de tudo,sermos felizes há nossa maneira :D
Bjinhos e fico contente por teres gostadodo meu cantinho!!

S* disse...

Temos de impor os nossos gostos e vontades. :)

Atena disse...

Penso da mesma forma... Odeio ser mais uma no meio da carneirada, visto o que me apetece e ponto final!

Anne* disse...

Infelizmente os dias de hoje são assim... e é muito triste que muita gente pense que o 'grupinho' onde se enquadram tem de estar sempre de acordo com o mesmo estilo de música que ouvem, os mesmos gostos pessoais, a roupa que vestem ou, ainda pior, a conta bancária! Nós somos todos diferentes, porquê não aceitarmos essa diversidade que é o que mais nos caracteriza e torna únicos?! Essa é que é a parte divertida da coisa :)